sábado, 29 de dezembro de 2012

CHAPA QUENTE

                                                         RIO 50 graus !




OS JORNAIS disseram que o calor extraordinário que está fazendo aqui no Rio,não tem precedente desde 1915. Pegar transporte coletivo,então,(trens e ônibus),sem ar-condicionado é experimentar em vida o que os pecadores encontrarão no inferno.
Ao vir de Realengo no início desta semana,fiquei a pensar nos motoristas e cobradores,coitados,submetidos a condições desumanas de trabalho e entendi a causa do mau humor deles. Haja necessidade,força de vontade e disposição para enfrentar as suas tarefas do cotidiano,enquanto alguns privilegiados se relaxam à beira-mar ou numa confortável piscina.
O calor que faz aqui no Rio,cuja sensação térmica chegou aos 50 graus,lembrou-me que, o recorde que deu origem ao filme “Rio 40 graus”foi quebrado depois de 50 anos.
Lembrei-me,também,de uma marchinha de carnaval que se tocava e cantava invariavelmente nos carnavais da Desportiva em minha cidade natal,Cachoeira,na Bahia:
Alá-lá-ô,ô,ô,ô,ô,ô,ô.../ Mas que calor,ô,ô,ô,ô,ô,ô.../Viemos do Egito/E muitas vezes nós tivemos de rezar/Alá ! Alá! Alá! meu bom Alá!/ Mande água pra Ioiô/Mande água pra Iaiá/Alá,meu bom Alá!”
E como fazia calor na minha Cachoeira...Tínhamos os banhos no Rio Paraguaçu,no banheiro do Caquende,a brisa que sopra firme ao cair da tarde na ponte Pedro II...
Não quero ver ninguém reclamando de calor,afinal,depois de tantos anos de virada do ano debaixo d'água,o réveillon este ano será de noite estrelada para homenagear os familiares que chegaram da Bahia.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

OPINIÃO

                                            AS PRISÕES BRASILEIRAS     

SEGUNDO DADOS do IBGE,temos,hoje,quase meio milhão de presos no Brasil,vivendo em condições degradantes,como bem disse,por sinal,o próprio ministro da Justiça.
No estado de direito democrático,cabe ao próprio Estado cuidar da ressocialização dos apenados,então,diante de precariedade dos orçamentos,a fim de amenizar o problema,estados como Minas Gerais e Espírito Santo estão implantando o que se denominou PPPs (Parcerias Público privada) na gestão de novos presídios.
Desconheço a argumentação contrária,todavia,na nossa modesta opinião,salvo melhor juízo, é uma alternativa viável,ou então vamos continuar assistindo o filme “Carandiru” do Dr. Drauzio Varela.



 DETENÇÃO DA CACHOEIRA - MUDOU-SE DA PARTE TÉRREA DA PREFEITURA PARA O LOCAL ACIMA ONDE,ORIGINALMENTE,PERTENCEU Á FAMÍLIA DORNO,FUNDADORES DA CIDADE.
A REMODELAÇÃO DO PRÉDIO FOI INICIADA NA GESTÃO DO DR.INOCÊNCIO BOAVENTURA EM 1925 E CONCLUIDA EM 1926 NA GESTÃO DO DR.CÃNDIDO ELPÍDIO VACAREZZA.
 PRECE DE NATAL
"Nós fizemos um quadro dessa poesia de meu pai, eu só a conheci qdo li o seu livro"
 FOTOS

27 de dezembro de 2012 20:45
Estou precisando de fotos e contatos de pessoas que participaram do Carnaval de São Félix. Quem tiver ou souber de algo, por favor me passem. Preciso das informações para meu Trabalho de Conclusão de Curso.


 Ilka Maciel, Renato Queiroz, Bárbara Alem Guarani-Kaiowá e outras 4 pessoas curtiram isso.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

            E O MUNDO NÃO ACABOU !
 MUITA GENTE do meu círculo de amizade acreditou mesmo que o mundo ia se acabar no dia 21 de dezembro. Essa ideia apocalíptica persegue muita gente pelo mundo afora desde os tempos bíblicos. Não dei crédito à boateira geral por alguns motivos muito simples:

  1. O tal de Calendário Maia na referida data marcava o término de um ciclo e início de outro,como aliás o fazemos com o nosso calendário que não deixará de existir depois do dia 31 de dezembro.
  2. Um tal de planete Nibiru que dizem estar em rota de colisão com o nosso planeta,é uma pegadinha da Internet. Astrônomos de todo o mundo e,se fosse verdade,já estaria sendo visto a olho nu.
  3. Nosso planeta não está imune a impacto de asteroides e cometas,no entanto,grandes impactos são raros. Ah! E o que extinguiu os dinossauros?
    Faz pouco tempo: apenas 65 milhões de anos!
  4. Falam,também,do alinhamento planetário previsto para as próximas décadas. Isso não causará qualquer impacto ao nosso planeta visto que,no ano de 1962 ocorreu um dos maiores já registrados. Em 1982 e no ano 2000 ocorreram outros. Alguém sentiu alguma diferença?
  5. Finalmente,muito se fala na teoria da “inversão polar” em vista da rotação da Terra. Existe,sim,os movimentos dos continentes mas,segundo a NASA e os cientistas mais renomados do mundo,é uma coisa absolutamente irrelevante.
    Então,meus amigos,vamos curtir o Réveillon e deixar de lado as seitas catastróficas porque,como diziam os mais velhos: “o mundo só acaba pra quem morre!' e eu e você que está me lendo agora,estamos vivos,graças a Deus.
O QUE DISSERAM DO BLOGGER


Aidil Araujo Lima comentou sua foto.
"Linda!!!!"


Sthenia Saba compartilhou sua foto.


Rosa escreveu: "Vou bem Face! (kkkk) De malas prontas... Copacabana, ai vamos nós! preparem-se Erivaldo Brito e Tinho Brito."

"Reveillon em grande estilo hen? Quase tbm ia, já pensou a gente se encontrar no reveillon de Copacabana?"


Odair escreveu: "aproveite o maximo e traga novidades"

Ana Laura Brito Silva "Boa viagem ,q Deus acompanhe vcs, e se divirtam muito!!!!!!!!!!"

"boa viagem lembranças a ERIKSON"


Gicelia escreveu: "Que bom Rosa boa viajem!!!"

Tinho escreveu: "Vamo nessa mana!!! O coro vai comer"



Carlos Borba compartilhou sua foto


Sobre a fotomontagem da Árvore de Natal
"muito lindo aqui temos um rio tão bonito e as autoridades não fazem nada"





quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

                                           Curiosidades da Bíblia
Dos quatro Evangelistas,Mateus e Lucas fazem alusão ao nascimento de Jesus “em Belém da Judeia,em dias do rei Herodes”. Mateus emprega um grande número de expressões próprias do judaísmo,deixando claro que estava escrevendo em hebraico para os judeus convertidos.
Lucas,foi companheiro nas viagens missionárias do Apóstolo Paulo. Naqueles tempos existiam várias obras que continham relatos de partes da vida e obra de Jesus mas,o Evangelho de Lucas é o mais literário de todos visto que contém quatro belos hinos: o cântico de Maria (1:46-55),Zacarias ( 1:67-69)dos Anjos (2:14) e de Simão (2:28-32)ao tomar o menino Jesus nos braços.


     CARTÃO DE BOAS FESTAS

Na passagem do ano de 1950 para 1951,a loja A MASCOTE,de Nelson Lobo,que funcionava na Rua Rua Barbosa (depois funcionou ali a Loja Jormeire),inovava com a confecção de cartões para seus clientes.
Pelo pioneirismo,vale a reprodução. Feliz 2013 para todos!
                               NATAL !

Não obstante o enorme desvirtuamento da data,pelo menos para mim,o simbolismo e o significado continuam carregados de sonhos e esperança.
O Natal chegou e se foi,como chegam e vão-se todas as coisas. Aqui no Rio o show nas areias de Copacabana de Stevie Wonder e Gilberto Gil arrastou uma verdadeira multidão.Optei por ficar em casa. Também não estou sentindo tantas emoções para ver de novo Roberto Carlos,sobretudo pelo convidado especial o Michel Teló. Pra mim não dá.
Prefiro ficar sonhando com o tempo em que a gente armava presépio em casa,visitava os presépios de dona Delcina,Francelino Mota e outros. Quando estive secretário de educação na primeira gestão de Babão,em Muritiba,institui um concurso de presépios. Não deve ter ido adiante.Todo mundo opta pela comodidade da árvore de Natal. Por falar nisso,que tal sonhar na árvore do Bradesco em Cachoeira e São Felix?
                                 FOTOMONTAGEM ERIVALDO BRITO
"CAUSOS' VERÍDICOS


                                     DOUGLAS DA PIPOCA
Douglas fazia parte da filarmônica Minerva Cachoeirana. Foi contemporâneo de Bernardino,Luiz,João Balaio,Cassemiro,Índio,Edgar e Dió,Engenheiro e tantos outros.
Sua dedicação à música o levou a dar aulas numa Escolinha da filarmônica. Certa feita prestei-lhe uma merecida homenagem no programa matinal domingueira no Cine Glória,em prol da Casa dos Velhos,como lembraram outro dia os amigos Guiba (que recebeu um brinde pela sua participação com cantor juvenil),e Soninha Porto.
Mecânico de profissão,sem os recursos modernos de controle de natalidade,um filho após o outro,lutava muito mas continuava sendo um pobre de marré-decí,vivendo numa com unidade de poucos ricos,homens sovinas,incapazes de abrir a mão até para dar adeus.
Priorizava a educação para todos os seus filhos. Costuma dizer que, "filho meu não fica bangolando nem fazendo gazeta !"
Quando a sua filha estava prestes a se formar em pedagogia,ele teve a idéia pioneira de construir um carrinho de pipoca. Não havia concorrentes,só umas duas baianas vendia queimados, a "novidade" eram os conhecidos  roletes,então o negócio tinha tudo para dar certo. E deu. Durante o novenário da Padroeira da cidade ele começou a atuar e passou a ser chamado não mais como Douglas mecânico,Douglas do pistom mas,sim,de Douglas da Pipoca.
Muito inteligente,percebeu que valia a pena investir na compra direta ao fornecedor,comprar um ou mais sacos do que ficar comprando a retalho no varejo local. 
Combinou em casa que iria de Motriz para Salvador:
- Vou na motriz e volto de navio !
Foi dormir tarde fazendo planos.Quando acordou olhou o relógio:
- Meu Deus! Perdi o motriz,já são seis e dez!
Saiu se vestindo porta a fora. Passadas rápidas se transformaram em corrida pela Ponte Nova afora. Quando avistou a estação,esta já estava fechada. Encontrou-se com o guarda municipal chamado Pistoleiro Bossa Nova:
- O motriz já saiu ?!
o guarda respondeu:
- Tá cedo,ainda,Douglas.São duas e meia e o motriz sai só sai às seis !
E ele resolveu não voltar pra casa.Ficou tomando uma fresca na ponte D.Pedro II.
A viagem foi boa,o motriz não tinha o inconveniente de maré,Coroa do Empardaste...
Quando comprou cinco sacos de milho para fazer pipoca,no Moinho da Bahia,Douglas resolveu contratar um carroceiro para levar a mercadoria até a Navegação Baiana. Cansado,resolveu pegar uma ponga.Já estava se aproximando do Mercado Modelo quando ouviu uma voz como se vinda do Além:
- Ô Douglas,você largou Cachoeira pra vim puxar carroça na Bahia ? 
A sua resposta foi uma sonora banana:
- Tome !




DECODIFICANDO O "BAIANÊS"
Bangolando - Vadiando,andando a toa
Fazendo gazeta - Não indo à escola
Queimados - Guloseima à base de açúcar
Roletes - Pequenos pedaços de cana de açúcar.
Motriz - Locomotiva movida a Diesel.
Pegar uma ponga - Carona



                                           PRECE DE NATAL
                                                            
                                                  Clóvis Alberto Alves Maciel.


Cristo,quando na terra te encarnaste,
foi uma estrela a luminosa trompa
que anunciou ao mundo que chegaste,
- Deus,mas tão simples,o Senhor sem pompa.

Filho de humildes,entre humildes criado,
deste exemplo de amor e singeleza;
não foi teu companheiro o potentado,
mas o anônimo filho da pobreza

Contra os ricos pregaste,destemido,
e em prol dos pobres,ó desassombrado;
para estes foi teu reino construído,
àqueles o teu reino foi vedado.

Contra o orgulho,a ambição,o fausto,o egoísmo,
tem Verbo se elevou,desceu tua ira.
A caridade,o amor,o pacifismo,.
eis as achas da tua santa pira.

A tua pregação igualitária,
de um só rebanho sob um só pastor,
quer povos sem nababos,mas sem párias,
sem escravos,sem donos,sem senhor.

"Mestre" te chamam e bem o mereces,
pois aliaste à palavra o grande exemplo,
ensinaste que ao céu não bastam preces,
e limpaste a vergastas o teu templo.

Por isso,ante o teu v erbo - sem flagício -
sacerdotes venais,ricos e nobres,
levaram-te ao sjupremo sacrifício,
para conter a religião dos pobres.

Hoje,porém,transatos dois mil anos,
nos quais ficou de pé tua doutrina,
o mundo vive os mesmo desenganos,
sem aplicar tua santa medicina.

Embora com teu nome batizada,
a nossa pseuda civilização,
de teus ensinamentos não tem nada,
o homem segue a esmagar o seu irmão.

Faz-se mister,portanto,ó Cristo amigo,
que ao mundo tornes - se não ele cai -,
para mostrar sob o teu doce abrigo,
que somos todos filhos de um só Pai.


     PRECE ÁRABE II

Meu Deus ! Se me deres a
fortuna,não me tires a
felicidade;
se me deres a força,
não me tires a sensatez;
se me for dado a prosperar,não permita que eu
perca a modéstia,conservando apenas o orgulho da dignidade.
Ajuda-me a apreciar o outro lado das coisas,
para não enxergar a traição dos adversários,
nem acusá-los com maior severidade do que a mim mesmo.
                                     NA MISSA DO GALO    
                                                                       Osvaldo Sá

Bimbalham sinos. Festas no arraial.
De longe chegam bandos de matutos
a saborear cachimbos ou charutos,
nessa alegria ingênua do NATAL ...

Parece até,no campo,um carnaval.
- Não se vêem cores de pesar e lutos.
As caboclinhas fazem cocorutos
e calçam as chinelas muito mal!

Ouvem-se os cavaquinhos e as tiranas;
lendas do Boitatá e da Caipora,
namoros de Pepedos com Joanas,

E,na capela,rezas quase à toa,
enquanto lá no altar,Nossa Senhora
sorri das tranças de uma tabaroa.



COMENTARIOS SOBRE PUBLICAÇÕES NO BLOGGER

TIGRE ATACA DOMADOR EM CIRCO NA CIDADE DA CACHOEIRA

Ana Laura Brito Silva, Luís Paulo Pinto e Luiz Carlos S. Cruz curtiram isso.

PINTO LUSITANO DA LÍNGUA SOLTA

Sthenia Saba, Igor de Almeida e Rita Assis Santos curtiram isso.

GONZAGÃO,O REI DO BAIÃO

Luiz Carlos S. Cruz, Lêda Margarida Santos Leite, Marisa Rodrigues e outras 6 pessoas curtiram isso.
Aidil Araujo Lima Hum... lembro de São João em que ele se apresentou lá na beira do rio foi uma
delícia.
15 de dezembro às 11:25 ·
Fabrício Gentil Inauguração do mercado, num palanquim de madeira. Confere?
15 de dezembro às 12:30 ·
Mariélia Tôrres Hélio Tôrres, adorava!
15 de dezembro às 12:59 ·

MOTEL FAQUIR

Sthenia Saba, Ana Laura Brito Silva, Lêda Margarida Santos Leite e outras 7 pessoas curtiram isso.
Aidil Araujo Lima Infelizmente Erivaldo Brito as coisas não mudaram muito, pelo menos por por
esta terra que possui uma lagoa encantada, as mulheres são discriminadas pelas próprias mulheres,
sociedade, enfim quando praticam sexo de forma livre, ainda existe o absurdo de muitas moças casadas
de família não quererem se misturas com estas mulheres. Sei disso por ouvir de muitas mulheres estas
colocações.
15 de dezembro às 11:24 ·
Mariélia Tôrres Aidil Araujo Lima, Erivaldo Brito, infelizmente (Dil) não é só em Cachoeira, é
a sociedade de um modo geral, é permissiva com os homens e castradoras com as mulheres. O
MACHISMO PREVALECE EM QUALQUER CIRCUNSTÂNCIAS SOCIAL. Observe as músicas, as novela...

NOVAS FOTOS DA CIDADE DA CACHOEIRA

Thessa Passos Figueiredo, Rita Assis Santos, Edla Borges e outras 6 pessoas curtiram isso
Edilson Machado de Assis Gostei, a família Machado agradece, vai postando aí...
Retribuo-lhe os votos de Boas Festas. Que o Senhor Deus prossiga abençoando-lhe em todas as áreas de sua vida, junto aos seus familiares.
Vou olhar agora o seu blog "jornaldeontemhojeesempre.blogspot.com". com certeza, vou, com sua permissão e oferta, postar notícias nele contidas.
Abraço fraterno do amigo Pedrinho

"Erivaldo e conterrâneos desejo um feliz Natal parar vocês e familiares. A Foto está Otima."

"Erivaldo um feliz Natal, pra você e todos os nossos! Um grande abraço primo!"


. Estou acompanhando seu blog, adoro! Bj"





sábado, 15 de dezembro de 2012


 TIGRE ATACA E MATA DOMADOR NUM CIRCO EM CACHOEIRA - BA
 

O fatídico incidente ocorreu numa quinta-feira,13 de junho de 1935 e,os que nem sonhavam nascer,como eu,ouviam dos mais velhos a emocionante narrativa.
No dia citado,chegava à cidade a fim de se intregar ao grupo de artistas do "Havana Circus" o domador de nome Pedro Wilson.
O espetáculo era em benefício da Guarda Noturna.Não havia lugar pra mais ninguém. Após a exibição de alguns números.o palhaço Meloso anunciou:
"Respeitável público!
O capitão Pedro Wilson vai agora mesmo se exibir domando um tigre real de Bengala,a temível fera assassina três vezes. Para este arriscado trabalho,pedimos aos dignos espectadores o máximo silêncio".
Ao entrar na jaula,o domador mal teve tempo de defender-se por duas vezes,apenas. O tigre atacou ferozmente praticamente abatendo o domador diante do pânico dos assistentes.
O mais impressionante da história é que,conforme testemunhas oculares, o próprio palhaço Meloso,ao anunciar o espetáculo daquela noite,numa espécie de premonição,saiu dizendo o seguinte pelas ruas de São Félix e Cachoeira:
"Não perca hoje,o tigre vai matar o domador no Havana Circus!"

COMENTANDO

       PINTO LUSITANO DA LÍNGUA SOLTA

Deu na coluna do  Anselmo Góis,de "O Globo",que durante uma entrevista num programa televisivo em Portugal,Antônio Pinto,presidente da Ordem dos Advogados daquele país,falou que "o que o Brasil mais exporta para Portugal são as prostitutas!"
Pinto reclamar de prostitutas já é uma coisa inusitada,além de,em sendo ele português,desconhecer completamente a história da colonização do Brasil.Vamos refrescar a memória: 
Quando Dom João refugiou-se no Brasil fugindo das tropas napoleônicas,além da sua fogosa esposa que sempre enfeitava a sua testa com a famosa peruca de touro,as mulheres da Corte não eram brincadeira.
Nos lares então a promiscuidade era geral entre patrões e escravas. O que é que eu quero dizer: a esculhambação começou com eles !


MEMORIA

          LUIZ GONZAGA

O BAIÃO é mais velho que o Gonzagão centenário. Ele foi,sem dúvida,o seu grande divulgador compondo melodias maravilhosas com versos espetaculares de Humberto Teixeira.
A minha iniciação musical foi alicerçada numa tríplice aliança; as aulas de piano de titia,os ensaios da Lira Ceciliana ainda sob a regência de Irineu Sacramento,e,finalmente,as músicas tocadas nos alto-falantes "A Voz da Cachoeira".
Eu cantava e tocava no realejo as músicas de Augusto Calheiros,Nora Nei,Jorge Veiga,Quatro Azes e um Coringa,Luiz Gonzaga e o meu predileto,Bob Nelson.que cantava no estilo tirolês: Ouriouleipiiiiii!
Sucesso,sucesso mesmo,eram as músicas de Luiz Gonzaga,sobretudos nos períodos juninos como aliás acontece ainda hoje.
Na década de cinquenta,patrocinado por Matine e Vermuto Cinzano,a trupe do Rei do Baião esteve na cidade da Cachoeira,na Bahia,mais precisamente na Praça Maciel.Duas coisas ainda guardo na lembrança daquele show: a primeira,Gonzagão com aquele vozeirão silenciou a praça:
"Vaaai  boiadeiro que a tarde já vem,
Leva o seu gado e vai pra junto do seu bem !!!"
Ai o zabumba atacou o ritmo e toda a praça abriu um sorriso e irrompeu em estrepitosos aplausos. 
O segundo fato foi quando alguns dos espectadores passaram a pedir músicas. Uma voz sobressaiu da multidão:
- Assun Preto! Assun Preto!
Era o grande sucesso do momento.Gonzagão não perdeu a piada:
- Quer me complicar cabra da peste? A praça tá cheia de crioulo que nem eu !

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012


                                
 "CAUSOS" VERÍDICOS

                                             MOTEL FAQUIR

SOU DE UMA GERAÇÃO em que a opinião menos contenciosa da sociedade era que bastava ter nascido homem para ter direito e o dever de fazer sexo.
A prostituição não era legalizada, mas, tolerada pela sociedade, assim como o homossexualismo desde que o familiar desempenhasse a parte ativa. O baitolo teria de ser o outro.
Os pais, (leia-se a mãe também), preocupavam-se o filhote já tinha bolinado a empregada, ido até o meretrício, local onde as “mulheres de vida fácil”, de poucas amigas, amigos e aliados, faziam sexo por dinheiro, por vezes até contra a vontade.
No caso das meninas, nem pensar em perder o cabaço. As avançadinhas,masturbavam o namorado e aceitavam as mesmas carícias ou até faziam saliência nas coxas.No “Castelo de Nenzinha” só iam as chamadas moças incubadas.
Naqueles tempos, na desfaçatez da escuridão do Jardim do Faquir, funcionava o maior motel a céu aberto do Brasil! E tudo na base do 0800, pois era freqüentado por namorados de graxeiras, sobressaltados por causa de soldados, sobretudo quando chegava um delegado novo.
Foi numa dessas batidas policiais que o temido soldado chamado Miranda levou de bolo o jovem Ailtom, apelidado de Atchim. Raimundo Barbosa, Caçulinha, seu colega fez, então, a seguinte paródia com a música “Falsa Patroa”, grande sucesso na voz de Jorge Veiga:
“Senhor delegado/ Eu não tive culpa/ Foi a empregada de Manolo que me convidou/ Dizendo que estava no sufoco/ Me levou pelo braço / Pro Jardim de João Caboclo/ Passe um sabão nela,doutor/Dê isso por acabado/ Se houver processo/ Eu serei condenado/ Que vergonha ver meu nome no jornal/ Sou de boa família/ Não quero deixar minha gente mal !”
O delegado era o tenente Antonio Anastácio,mais conhecido como “Pente Fino”
Geraldo Sales,cirurgião dentista,pecuarista,professor do Ginásio e Oficial do Exército da reserva,instalou o seu gabinete na Rua Ana Nery,contíguo ao sobrado da Desportiva,atual Prefeitura.
O seu moleque de recados era um tal de Juvina,sujeito competente para arrumar encrenca. Dormia no próprio consultório de sorte que,quando chegava o leite da fazenda,ele abria o vasilhame,batia sua bela vitamina completando o que tirou com água! Costumava dizer que “só quem pode tomar leite puro é o bezerro!”
Esqueci de dizer: engenhoso como o quê, Juvina inventou uma espécie de paleta adaptável ao motor do aparelho de obturação com que ele batia as suas vitaminas matinais.
Geraldo já vinha de saco cheio com o seu auxiliar. Não é que ao tentar calçar as suas botas Geraldo levou um banho. Banho de mijo porque Juvina com preguiça de levantar, usou as botas do homem como penico!!!!
Juvina, era assíduo no Faquir. Pra manter inveja e respeito, resolveu vestir a farda do patrão. Ficou sambando dentro da farda, magro como ele era. Quando estava no bem bom,surgem dois soldados: o já citado Miranda e o novato Pinheiro. Juvina não teve dúvida: saiu na maior disparada pela orla fluvial. Foi o fato mais comentado da cidade porque nunca ninguém viu um tenente do Exército tomar carreira da polícia!
No dia seguinte Geraldo resolveu despedi-lo, não antes de dar-lhe uma lição. Como no fundo do consultoria havia um pátio com uma barra,alteres e outros aparelhos,Geraldo convidou Juvina para um treino de boxe. Juvina,aceitou. Quando estava calçando as suas luvas,Geraldo levou uma porrada na testa dada por Juvina que saiu porta a fora e ninguém mais soube dele !
Landinho Amarelo, Kiko Bubu e Louro estavam tomando uma fresca sentados num dos bancos do Faquir. O ventinho trazia aquele cheiro de maresia do Rio Paraguaçu. Eis que surge a figura de uma baiana do acarajé.Fala diretamente com Louro:
- Como é que é? Vai me pagar o abará que você comeu semana passada ou não vai?
Louro respondeu:
- Eu não paguei,não?!
- Se você tivesse pagado eu não tava cobrando,,,
- Paguei !
- Não pagou !
E a coisa foi pegando fogo. Acabou descambando em baixaria. A baiana do acarajé xingou:
- Olha seu toco de amarrar jegue é bom que você me pague senão...
Diante da ameaça, Louro reagiu:
- Tá pensando que eu tenho medo do seu macho?
- Que macho?
- Alfredo de Muritiba!
-Que foi que disse isto a você?!
Landinho resolveu dar o ar da sua graça:
-Quem disse foi Morenito.
A baiana reagiu:
-Deixa eu encontrar com ele.
E começou a chorar cada vez mais alto. E se retirou ameaçando:
-Vou falar com Ananias!
E os três parecendo que combinaram:
-Pode ir. Ananias é puuuuuta!
E a baiana saiu resmungando enquanto Kiko Bubu inquiria a Landinho:
-Por que botou o nome de Morenito?
Landinho respondeu:
-Pra dar credibilidade e Louro ganhar a discussão.
Já estavam até esquecidos do incidente quando apareceram dois soldados. Landinho se apressou em cumprimentá-los:
- Oi,amigo Ananias,tudo bem?
Ih,rapaz!  Repararam o nome: ANANIAS !  Eles pensaram que era o barbeiro e não o musculoso soldado que respondeu:
-Amigo uma porra! Quem é que é puta?
Não obteve resposta porque cada um correu para um lado e quem corre com medo...


DECODIFICANDO O “BAIANÊS”
Baitolo – Gay, viado.
Moça incubada – Não era mais virgem
Graxeiras – Empregadas domésticas
Jardim de João Caboclo – O nome oficial era Parque Góes Calmon, o povão só chamava de João Caboclo porque existia um comerciante no local com este nome. Depois que o prefeito Stênio Burgos fez uma reforma utilizando pedras pontiagudas,passou a ser conhecido como Jardim do Faquir.
Passar o sabão – Reprimenda,esporro.
Toco de amarrar jegue – de pequena estatura.