terça-feira, 1 de janeiro de 2013

                                                    FELIZ ANO VELHO
 
AUSENTE DA MINHA TERRA,assistindo o perpassar dos anos na arquibancada,não sei qual é a opinião dos meus conterrâneos,mas eu,sinceramente,acredito que,a prioridade administrativa da nossa Cachoeira seja a recuperação imediata do degradado acervo arquitetônico da cidade,agravado pelo último incêndio e desabamentos,fruto do descaso dos proprietários.
Sei que não será fácil a recuperação integral de todo o acervo deteriorado que enfeiam a Cidade Monumento Nacional em apenas quatro anos mas,a edilidade cachoeirana pode e deve elaborar decretos para combater o criminoso abandono de imóveis com normas que incluam a sua cessão a quem interessar possa.
O primeiro passo,será o de listar as casas e sobrados em mau estado de conservação e em débito de muitos anos com o erário, oferecendo-os em hasta pública a fim de saldar a dívida,com a obrigatoriedade de o comprador executar a devida reforma.
O segundo decreto,trataria dos procedimentos pelos quais o Poder Executivo poderá se apropriar de imóveis em ruínas abandonados e que ofereçam riscos para a população. O que está acontecendo com grande parte dos imóveis da Cachoeira é simplesmente inaceitável,sobretudo para um cidade com tanta vocação e potencial turístico.
Há quem bata palmas - e eu mesmo já presenciei isso -,quando o prefeito contrata u.ma banda famosa para tocar num evento. Eu não fico tão animado assim,embora reconheça que isso rende votos.
Eu poderia,galera,fazer uma lista de coisas exequíveis que a municipalidade poderia executar, desde quando seja feito um  rigoroso  controle de gastos sobretudo com a folha de pessoal,e,mesmo assim,as dificuldades serão muitas.Depender de recursos orçamentários do município não dá de jeito nenhum. Depender do estado exige um exercício de engajamento político complicado.A saída é elaborar projetos em busca da iniciativa particular e do governo federal.
Acredito no projeto que transformaria o porto da Cachoeira em Zona Franca do Paraguaçu. Isso atrairia investidores do estado,do  Brasil e do exterior. 
Por fim,desejo boa sorte ao novo gestor da minha terra.Um deputado brasiliense disse o seguinte,recentemente:
"Os prefeitos eleitos estão curtindo suas últimas horas de plena felicidade.A partir do dia 2,o bicho vai pegar". Em assim sendo,a melhor saudação seria FELIZ ANO VELHO!  
 

 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário