quinta-feira, 28 de março de 2013

"Aspas"
Aidíl Araújo Lima: "Gostei da ilustração. Foi esta imagem que tive ao escrever o texto."

Erivaldo Brito; inicialmente parabéns pelo seu blog,sou leitor do mesmo , cada postagem ,uma melhor do que a outra. Sobre “Oradores Hilários”,essa muito boa,inclusive faz até referencia ao meu avô José Ramos.
Não sei se vc se lembra de mim Paulo José Presidente da Filarmônica 5 de Março. O motivo dessa contato é o seguinte .Estou reconstruindo e ampliando a sede da Filarmônica 5 de Março que além de abrigar a Filarmônica e a escola de formação musical será um centro de cultura e como Muritiba é uma terra sem memória gostaria de seu apoio no sentido de nos conseguir algumas fotos antigas de Muritiba do seu acervo para que possamos ampliar e colocar em exposição na sede da Filarmônica para que as novas gerações possam conhecer um pouco da história de Muritiba.Se isso fosse possível gostaria que nos informasse e falasse os custos .
Recentemente Nelson Brito irmão de “Federal” e do saudoso Zé de Mirandinha escreveu um livro intitulado “Muritiba Resgatando a sua História” Não sei se vc já conhece ou já possui. Caso deseje posso te presentear com um exemplar é só mandar o endereço.
Um abraço
Paulo José
àMeu querido professor e radialista Paulo José:
Lembro-me, sim, da sua pessoa. Aliás,quando estava Secretário de Educação de Muritiba,na primeira gestão de Babão, consegui convencer o mesmo para a renovação do quadro político da cidade.A alternância do poder era sempre entre dois políticos.Estivemos inclusive conversando com a senhora sua mãe,na sua residência, a fim de que ela permitisse a sua candidatura a prefeito.Ela e a sua irmã,infelizmente  criaram obstáculos,e esse quadro infelizmente não mudou.
Tenho algumas fotografias dos vários cursos profissionalizantes que implantamos quando Secretário. Atuamos, também,,de forma decisiva para a assinatura de Convênios que redundaram em construção de vários prédios escolares,iluminação elétrica de Carro Quebrado, obras em São José, e, notadamente na sede,como o calçamento do “H”(atual Roque Franco) e Rua do Sertão O reconhecimento que tivemos era a zombaria de alguns membros da edilidade, notadamente do vereador mais antigo, Plácido Queiróz, que a mim se referia como “Britão de Cachoeira”.. Desculpe-me pelo desabafo.
Tenho,também,várias fotografias da construção da Vila Residencial,onde morei durante boa parte da minha vida com minha saudosa esposa. Irei postando diretamente na página da filarmônica, certo?
Quanto ao livro do Nelson,meu irmão,Erione, enviou para mim.
É uma honra tê-lo como seguidor do nosso blogger.

Nenhum comentário:

Postar um comentário