segunda-feira, 1 de abril de 2013

AS PALMEIRAS IMPERIAIS

Originalmente trazidas do Jardim  Botânico do Rio de Janeiro pelo então deputado Ubaldino de Assis,as majestosas palmeiras davam um toque de realeza à Cidade Heróica. Existiam palmeiras em quase toda a orla fluvial,na praça Maciel,na entrada do Cemitério da Piedade,no Rosarinho e na ladeira de Nossa Senhora da Conceição do Monte (foto abaixo)















A falta de fiscalização do poder público que não efetuava a necessária poda periódica,sobretudo depois que a cidade foi dotada de energia elétrica em fevereiro de 1930,as gigantes imperiais apresentaram problemas com a queda daquelas folhas enormes e pesadas nos fios condutores,causando curto-circuito e interrupção de fornecimento de energia.
Seria extraordinariamente bem aceito um projeto de embelezar a cidade com árvores de pequeno portee que dê flores,afinal,a Rua da Feira,originalmente era chamada de Rua das Flores. Com certeza não foi atôa.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário