sexta-feira, 6 de setembro de 2013

OPINIÃO

Óbvio e ululante 

Aguardam-se manifestações pelo Brasil afora, amanhã, por ocasião do Dia da Independência. Embora devesse participar, sobretudo na qualidade de sofredor aposentado do INSS com a obrigação de continuar na luta pelo pão de cada dia, não o faço porque não tenho mais disposição para levar porrada e por não concordar com o quebra-quebra e a baderna generalizada dos vândalos mascarados.
A Assembléia Legislativa daqui do Rio, segundo li nos jornais, está debatendo em plenário um Projeto de Lei proibindo que manifestantes usem máscaras. A aprovação Deus é quem sabe quando ocorrerá como acontece com a maioria dos projetos de interesse da população.
Para o caso em pauta, a solução é de uma simplicidade...Acompanhe o meu raciocínio: a autoridade policial pode solicitar de qualquer cidadão de cara descoberta, mesmo que esteja trajado com terno e gravata que se identifique?  E então, cara pálida, qual é o problema abordar um manifestante mascarado pedindo para que ele se identifique? Quem não quiser fazê-lo é só conduzí-lo até a delegacia. òbvio e ululante como diria o mestre Nelson Rodrigues.

Nenhum comentário:

Postar um comentário