sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Francisco Prisco de Souza Paraízo

Assinatura facsimilada

Há 174 anos passados, no dia 18 de janeiro, nascia na Cachoeira, Prisco Paraízo (1840-1895), filho de dona Carlota Cândida Paraízo e João Francisco de Souza Paraízo.
Bacharelando-se em Direito pela Faculdade do Recife, exerceu as funções de Promotor Público em sua terra natal, sendo eleito, tempos depois,para deputado provincial.
Ocupou o cargo de ministro da justiça, mas, em 1885, foi cassado, apesar de haver sido reeleito devido a queda da chamada "situação liberal". Foi eleito,novamente,em 1889 e não chegou a exercer o mandato por causa da queda da monarquia.
O ilustre cachoeirano faleceu aos 55 anos de idade, apenas. A solenidade fúnebre foi realizada na Igreja da Ordem Terceira do Carmo com o concurso da filarmônica Lira Ceciliana e Orquestra Nossa Senhora da Ajuda.
A trasladação do corpo se deu no mesmo dia, às 19h a bordo de uma embarcação motorizada da empresa Dannemann com destino a São Roque do Paraguaçu onde o ilustre cachoeirano foi inhumado na capela local num jazigo da família.
O doutor Aristides Milton, que era deputado federal, na ocasião, fez constar na ata da sessão, um voto de pesar.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário