sexta-feira, 2 de maio de 2014

HÁ 110 anos passados, a data de ontem era comemorada pela primeira vez na cidade da Cachoeira, na Bahia. O evento foi promovido pela então existente Sociedade Assistência 1º de Maio, com a participação da própria banda da sociedade e das filarmônicas Lira Ceciliana e Minerva Cachoeirana.
Com grande afluência de público, a festividade aconteceu na Praça Maciel, sendo convidado para ser orador oficial o ilustre cachoeirano Dr.Alberto Moreira Rabelo (1883-1928) que fez uma retrospectiva histórica da data enfatizando que, "hoje é o dia em que o fraco, possuído da força que lhe dá entusiasmo, levanta-se contra a prepotência do forte, contra o peso que lhe pesa sobre os ombros nobres é ele, o operário a quem se deve a grandeza do impulso material das coisas".
Prosseguindo em sua oratória, Alberto Rabelo (foto) disse mais o seguinte:
"Trabalhai em prol das causas augustas. Levantai bem alto o nome da Cachoeira extremecida para que possais com ufania fitar as águas do Paraguaçu rumoroso, outrora tintas pelo sangue de nossos avóes gloriosos". 
"Segui impávidos, caminhos corajosos e leais, glorificai a lembrança da Sociedade Assistência 1º de Maio. Ela não pode ser esquecida, nasceu no dia das orações do trabalho,e,desfralda hoje aos ventos que sopram destas serranias o pavilhão que atesta a fraternidade das classes sociais".
 Não tive notícias se a data foi comemorada na minha terra natal como há 110 anos passados mas, o discurso do ilustre cachoeirano foi publicado na íntegra em nosso livro "Oradores e Poetas da Cachoeira".
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário