sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

FUTEBOL

Bahia e Viria na segundona

Pra mim, foi pior do que o meu Fluminense ter encerrado o contrato publicitário com a seguradora de plano de saúde que injetava recursos financeiros no time, o rebaixamento dos dois times de maior torcida não só da Bahia mas do Norte Nordeste.
Fiquei diante da televisão com o controle na mão prqa baixo e pra cima. O Bahia chegou a botar dois a zero e acabou pertendo por três a dois!!!!! E o Vitória, em pleno Barradão, levou um gol na prorrogação do final do jogo. Haja sofrimento!
Para completar a minha aporrinhação, ouvia a declaração do treinador do Bahia acusando alguns jogadores de "fingirem contusão a fim de não jogar"!!!!  Como é que é?!  Vê lá se nos tempos de Osório Vilasboas  algum jogador se atreveria a tal.
E o Vitória? Teve corpo mole também? Vê lá se nos tempos de Raimundo Rocha Pires, Pirinho, tal degola seria aceitável. Eu francamente não acredito. 
Por pouco eu não fui nomeado por Pirinho para ser gerente do Vitória, vocês sabiam? Os jornais da época noticiaram porém, devido a minha nomeação para as obras da barragem de Pedra do Cavalo acabou não dando certo. Aliás, eu cheguei a comentar com Pirinho o seguinte:
- Já pensou, Pirinho, eu que sou torcedor do Bahia vir a ser gerente do Vitória?
E ele sorrindo:
- Pra seu governo, eu era torcedor do Ipiranga!
E para encerrar, amigos, voltando ao "corpo mole" dos jogadores, eu tive uma idéia; que tal se os jogadores também fossem rebaixados, impedidos de disputarem a primeira divisão?  Por que apenas os clubes que eles "defendem" são punidos?
-

Nenhum comentário:

Postar um comentário