sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

OPINIÃO
Os escândalos na Petrobras
A cada dia, meus amigos, surgem novas e estarrecedoras notícias sobre a que foi considerada a maior empresa brasileira.
Eu era criança mas lembro-me ainda de um pequeno grupo de cachoeiranos que não escondiam as suas tendências socialistas, que foi para as ruas panfletar, e, no corpo a corpo, conseguir adesões à campanha intitulada "O Petróleo é nosso!"
Os "comunistas" eram na realidade verdadeiros nacionalistas,pessoas de origem humilde: Pedro Celeacla, Manoel Casaca Vermelha,Abílio Figueiredo, Dê, Aloísio Nunes, Luís Raposo, Ananias Aragão, Manoelzinho, Antônio Teixeira, meu primo Clóvis Maciel e Valter Evangelista (fotógrafo), dos que estou a lembrar no momento.
A campanha foi uma coisa linda,pois contou com a adesão de Monteiro Lobato, um escritor de fama no país inteiro (foto).

 





 O que vem acontecendo atualmente é motivo sobejo para envergonhar e entristecer a nação porque a empresa transformou-se numa mina para as campanhas políticas de alguns partidos e enriquecimento dos que participavam do esquema bilionário conforme a operação Lava-Jato vem denunciando e comprovando.
A opinião pública está torcendo para que os salafrários responsáveis devem devolver o que roubaram, arcar com os prejuízos que a empresa teve na Bolsa de Valores, responderem pelos prejuízos causados à imagem da empresa, não basta a renúncia de toda a diretoria, o que deixou a doutora presidente sem Graça. Literalmente.
Não estou indo no papo de que "tem gente querendo destruir a Petrobras!" O que queriam, afinal, os que desviaram bilhões, aprovaram projetos inviáveis e ficam dizendo que não perceberam nada?
Fico pensando, cara, o que estaria acontecendo com empresas que foram privatizadas como Vale do Rio Doce, CSN, Embraer e as Telefônicas diante dessa quadrilha que está sendo desmascarada. 


 
.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário