segunda-feira, 2 de março de 2015

Aconteceu na semana passada
Ao chegar para a cerimônia do casamento, o jovem Jugal Kishore sofreu um ataque de epilepsia,doença que ele escondia do todos. A noiva, Indira, puta da vida, enquanto o noivo era levado para o hospital, sentindo-se "traída", chamou a um convidado, coincidentemente parente do noivo e ele topou casar-se com ela! Sujeito mal caráter, sô. rsrsrs
Segundo o jornal The Times of Indian, o fato inusitado aconteceu na cidade de Rampur, no estado de Uttar Pradesh, norte da Índia. A cerimônia acabou em pancadaria e os dois tiveram de deixar de mão aquela decisão de última hora.

O papa Francisco admitiu refletir sobre a questão do celibato na igreja. Os padres que casam têm da largar a batina e não podem celebrar missa e exercerem a comunhão.
A história mais recente de padres que largaram a batina para se casar é a do saudoso cachoeirano Antônio Carlos de Souza Onofre da Silva, o padre Tontom que era vigário da paróquia de São Félix, atitude mais honesta do que viver em concubinato não é mesmo? 

O coro tá comendo na Operação Lava-Jato, caminhoneiros fazendo greve,CPI da Petrobras, juiz do caso Eike Batista é infiel depositário pois deu umas voltinhas do carrão Porsche, Receita Federal investigando empresários de ônibus suspeitos de deposito ilegal na Suíça e a gente não ouve falar de Marina Silva. Por onde andará a ex-candidata à presidência?

Galera:
O assunto que bombou nestas plagas da Internet, que ganhou espaço nos noticiários do mundo inteiro foi a polêmica cor de um vestido: preto e azul ou branco e dourado? |Não tínhamos assunto mais sério para se discutir?
Não é que eu esteja dando uma de assanhadinho mas, influenciados, naturalmente, pelo Marquês de Sade, (aristocrata francês, simbolo da liberdade sexual do século dezoito -, os rapazes e os homens da minha geração, estariam mais interessados em saber qual era a cor da calcinha, com certeza. rtsrsrs.

 


 






 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário