sábado, 14 de março de 2015

FUTEBOL
A conquista do tri e a homenagem a Bebel  
DOIS ANOS após os graves incidentes envolvendo exaltados torcedores cachoeiranos e sanfelixtas, quando um bando de arruaceiros conseguiram retirar parte de uma conexão do tubo condutor de água potável para a cidade irmã de São Félix, atirando-o no rio, os selecionados das duas cidades se enfrentariam em partida decisiva no estádio 25 de Junho, na Cachoeira.
Era uma linda tarde de domingo de 28 de fevereiro de 1971. Um dos principais jogadores do selecionado cachoeirano era exatamente um sanfelixta: Alberto Reina, BEBEL !
Eu conheci o pai dele, Tonho Dodia, já veterano, jogando no time principal do Ferroviário pelo campeonato sanfelixta. Bebel, além do chute de canhota mais potente, de repente dava uma arrancada e ninguém conseguia detê-lo.
Bebel, mesmo tendo  nascido em São Félix, era inscrito pela Liga da Cachoeira disputando o campeonato pelo time da Colônia, caso idêntico ao de seu conterrâneo, Cal, (doutor Clodomir), para mim tinha lugar de titular na referida seleção. Acredito que ambos, devido ao alto grau de bairrismo da ocasião, não eram bem vistos pelos seus conterrâneos.
Bebel era o artilheiro da seleção. Antes do início do jogo em que enfrentaria o selecionado da sua terra natal, eu resolvi homenageá-lo ofertando um quadro pintado por mim de óleo sobre tela onde ele aparecia envergando a camisa tricolor dos cachoeiranos conforme flagrante abaixo.
 A partida terminou com o placar de 3 a 1 favorável aos cachoeiranos, marcando os gols, Bebel, Telmo e Judinho, descontando para os sanfelixtas Orelha de Coelho. Cachoeira conquistava o seu tri campeonato, foi aquela festa inesquecível para os que tiveram a felicidade de presenciar.
Cachoeira jogou na ocasião com o seguinte jogadores: Iberê, Calazans, Wilson Pavão, Balaio, Deca, Mimiu, Chico (depois Juracy), Nguerete, Judinho, Bebel e Ainho (depois,Telmo).
Bebel, técnico em manutenção de máquinas Caterpillar deu assistência aos equipamentos durante a construção da barragem de Pedra do Cavalo, indo, depois, para o continente africano, mais precisamente em Angola onde ele me disse haver encontrado com Dadinho, companheiro de Os Tincoãs.
Quando Bebel foi eleito prefeito da sua terra natal, eu já havia mudado de domicílio da Vila Residencial de Muritiba para o Rio de Janeiro onde permaneço residindo. Assim, não tenho como avaliar como foi a sua gestão administrativa.
Abaixo, mais uma foto histórica do selecionado cachoeirano tri-campeão de futebol amador do estado da Bahia.
 Em pé, da esquerda para a direita: Seu Bó (massagista), (não identifiquei), Wilson Pavão, Iberê, Inha, (não identifiquei),Calazans, Roque Minha Rola, Deca, Balaio, Mimiu, (não identifiquei), Adolfo Gottschal e doutor Claudiano.
Agachados, no mesmo sentido: Telmo, Bruno, Tião, Bebel, Judinho, Chico, Ainho, (não identifiquei), Mário Codorna, Carlyles e Morenito.
Bom final de semana,galera.
 



 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário