quinta-feira, 5 de março de 2015

SAÚDE
De cada três tabagistas,dois morrerão 
Foi divulgado recentemente um estudo realizado pela Universidade Nacional da Austrália com um índice alarmante; dois entre três fumantes vão morrer! Aliás, tal índice já foi anunciado pela Organização Mundial da Saúde.
No aludido estudo, consta que, os usuários de cigarros e outros derivados do tabaco morrem dez anos mais cedo do que os não fumantes, que os que acendem vinte ou mais cigarros diariamente, o índice de mortalidade aumenta cinco vezes. 
A minha geração curtiu a série Guerra nas Estrelas em que o Mr.Spock (Leonard Nimoy) era um dos preferidos da garotada. Pois bem; o Mr.Spock veio a falecer recentemente vitimado por grave doença pulmonar devido ao tabagismo.
Falando, ainda, dos tempos de criança, a gente saia catando nas ruas carteiras de cigarros para a nossa brincadeiras. Elas representavam "dinheiro" nas brincadeiras que exigiam apostas. Eram as carteiras de Hollywood, Yolanda (branca e azul), Astória, Colomy, cada uma representava um valor. As marcas estrangeiras, então, valiam muito mais.
Hoje, as carteiras de cigarros não serviriam mais para as nossas brincadeiras, não são mais atraentes, inclusive com  advertências dos malefícios do tabaco. Tem até a piada do sujeito que vai comprar um maço de cigarros e quando leu a advertência "cigarro causa impotência sexual" pediu para o dono da banca de jornal:
   - O senhor quer trocar por uma que causa câncer?
Brincadeiras à parte, galera, o nosso país, mesmo depois da acentuada queda de consumo, possui pouco mais de vinte e um milhões de fumantes, um número expressivo, sem dúvida. Portanto, saber de todos os riscos e continuar fumando não é teimosia, é burrice. Que vos fala é um ex-fumante que largou o vício há mais de cinquenta anos.








Nenhum comentário:

Postar um comentário