sexta-feira, 17 de abril de 2015

MARAGOJIPE
Um sonho que virou pesadelo 
A bela e aprazível "Cidade das Palmeiras" no dizer do Imperador D.Pedro II que teve, no passado, a sua economia respaldada sobretudo no cultivo do tabaco e a fabricação artesanal dos charutos Danneman e Suerdieck (foto), reacendeu as esperanças de um porvir maravilhoso com a instalação do Estaleiro Paraguaçu. Infelizmente, devido a crise na Petrobras, o ritmo das obras se reduziram drasticamente e a querida cidade-irmã está sofrendo os reflexos do desemprego, queda de vendas do comércio, nenhum novo investimento e a estrada totalmente destruída pelas pesadas máquinas que por lá trafegavam. Infelizmente, do sonhado progresso, só restou o indesejado tráfico de drogas.
Sozinho o  governo do município não terá meios de restaurar tudo sem com isso querer menosprezar o espírito guerreiro daquela gente laboriosa do manguezal ao massapê, mesmo porque, galera, todas as esperanças foram redobradas com o informe veiculado em jornais do Sudeste, de que a OAS e a UTC devem vender as suas partes no Estaleiro Paraguaçu para uma empresa japonesa, a Kawasaki. Estamos torcendo para a transação se faça imediatamente.
No mais,queridos, existe uma frase atribuída ao general Juracy Magalhães: 
"O que é bom para o Brasil, é bom para os Estados Unidos!"
Parafraseando o ex-governador da Bahia, podemos dizer sem errar: o que é bom para Maragojipe é bom para São Roque, Coqueiro, Nagé, São Félix, Cachoeira, Muritiba...





 

Nenhum comentário:

Postar um comentário