sexta-feira, 25 de setembro de 2015

PESQUISA 
Representatividade Política da Cachoeira
Eu ainda era menino quando ouvia os mais velhos falarem que a Cachoeira "não tinha representatividade política", ou seja, faltava alguem para representar a Cidade Heróica, terra empapada de glórias e filhos ilustres. E se eu disser a vocês que, desde o Império, a Cidade Monumento Nacional jamais deixou de ter um nascido em suas plagas exercendo mandato?
Acompanhe o trabalho que fizemos e colocamos em ordem cronológica, e que pode até estar incompleto:
No tempo do Império, sem contarmos os irmãos Antônio e André Rebouças (fotos) que não eram políticos mas íntimos do Imperador,  destacamos a família Tosta  o Barão o o Marquês de Muritiba.
INOCÊNCIO DA ROCHA GALVÃO
                   (1764-1843)
Residiu na França onde colau grau de bacharel em Letras. É o autor do "dicionário Universal da Língua Portuguesa".
Representou a Bahia eleito que foi deputado à Assembléia Geral no ano de 1836.
MANOEL VIEIRA TOSTA - MARQUÊS DE MURITIBA
Nascido em 12 de julho de 1807 - Falecido em 22 de fevereiro de 1896
Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais, foi Juiz de Direito em sua terra natal,Cachoeira. Eleito Deputado Provincial (então Província da Bahia e não estado,como agora) em várias legislaturas, eleito Senador em 1851, foi Ministro da Justiça, da Guerra e da Marinha.
Fazia parte do Conselho do Imperador Pedro II e o acompanhou em sua viagem ao Nordeste do Brasil, incluindo-se aí a Bahia.
MANOEL GALDINO DE ASSIS
Nasceu no dia 15 de agosto de 1817 e faleceu em 23 de agosto de 1871
Foi Provedor da Santa Casa de Misericórdia da Cachoeira, Comendador da ordem da Rosa. Foi eleito Deputado Provincial em 1869.
SALVADOR ANTÔNIO MONIZ BARRETO DE ARAGÃO  
Nasceu no então povoado de Santiago do Iguape, município da Cachoeira, em 25 de abril de 1853 e faleceu em 20 de abril de 1907.
Foi eleito Deputado Provincial de 1876/77.
Salvador era casado com dona Maria Bernardina de Lima  e Silva, sobrinha do Duque de Caxias, o seu filho, José Joaquim Moniz Barreto de Aragão, diplomata de carreira, foi embaixador em Berlim (1939) e em Londres(1940).
FRANCISCO  PRISCO DE SOUZA PARAÍSO
Filho de João Francisco de Souza Paraíso e dona Carlota Cândida Paraíso, nasceu em 18 de janeiro de 1840 e faleceu em 8 de novembro de 1895.
Deputado Provincial até 1878, foi Ministro da Justiça. Reeleito em 1889 não chegou a exercer o novo mandato em face da Proclamação da República.
MIGUEL CALMON ARAGÃO 
Nasceu em 12 de dezembro de 1854 e faleceu em 15 de dezembro de 1925.
Formado em Teologia pelo Seminário de santa Teresa em Salvador, ordenado em 1876, foi vigário da paróquia de São Francisco do Conde e Taperoá, quando foi eleito Deputado provincial de 1879/81.
ARISTIDES AUGUSTO MILTON
Filho de Tito Augusto Milton e dona Leopoldina Clementina Milton, nasceu em 29 de maio de 1848 e faleceu no Rio de Janeiro em  26 de janeiro de 1904
Fundador do Monte Pio dos Artistas Cachoeiranos, Provedor da Santa Casa de Misericórdia, foi eleito Deputado Provincial de 1886/89.
Eleito Constituinte Federal na 2ª e 5ª legislatura veio a falecer em pleno exercício do mandato.  
ALBERTO MOREIRA RABELO
Filho do farmacêutico João Batista de Oliveira Rabelo (que proprietário de uma das primeiras farmácias da cidade) e dona Astréa Moreira Rabelo, nasceu em 7 de agosto de 1883 e faleceu em 23 de julho de 1928.
Foi eleito duas fezes Deputado Estadual. Concorreu para a Câmara Federal e não logrou êxito.
MANOEL UBALDINO DO NASCIMENTO DE ASSIS (1858 - 1928)
Filho do médico Norberto Francisco de Assis e dona Francisca Ribeiro de Assis.
Prefeito da sua terra natal de 1915/1916, Deputado Estadual 1893/1910, foi eleito Deputado Federal de 1904 a 1924 mas não concluiu o mandato pois veio a falecer no Rio de Janeiro, então capital da República, em 21 de dezembro de 1928.
JOÃO PACHECO DE OLIVEIRA
Filho de João Pacheco de Oliveira e dona Joana Carolina Vieira de Oliveira, nasceu em 13 de julho de 1880 e falecido em 24 de setembro de 1951.
Advogado, galgou o posto de Ministro do Superior Tribunal Militar.
Deputado Estadual de a909 a 1911, Deputado Federal de 1927 a 1930, reeleito em 1933 a 1935 .
Foi Senador da República de 1935 a 1937  
Foi eleito de novo Deputado Federal de 1947 a 1951.
VIRGíLIO CÉSAR MARTINS REIS
Deputado Estadual eleito em 1912
ALFREDO PEREIRA MASCARENHAS
Filho de Leonídio Mascarenhas e dona Maria Augusta Pereira Mascarenhas nasceu em 24 de setembro de 1871, foi eleito Deputado Estadual e chegou à presidência da Assembléia. Eleito Deputado Federal em 1934 e exerceu o mandato até que Getúlio Vargas dissolveu o Congresso.
ARISTIDES MILTON DA SILVEIRA
Filho de Guilhermino Adolpho da Silveira e dona Amabília Milton da Silveira, nasceu em 6 de maio de 1894 e faleceu em 1º de agosto de 1969.
Foi eleito prefeito de Salvador (1934/35), Deputado Estadual de 1956 a 1969, foi eleito Deputado Federal Constituinte.
HUMBERTO PACHECO DE MIRANDA
 Filho do poeta Pacheco de Miranda Filho, era engenheiro. Prefeita da sua terra natal de 1932/34, realizou grandes obras e infraestrutura. Foi eleito Deputado Estadual em 1935.
MANOEL PAULO TELES DE MATOS FILHO
Filho de Manoel Paulo Teles de Matos, Paulo Filho foi jornalista e advogado. Em sua terra natal escreveu em A Ordem, O Social  e A Cachoeira. Em Salvador no Diário da Bahia  e no Rio de Janeiro, até pouco de 1964, Secretário e Redator-Chefe de O Correio da Manhã. Tive o privilégio de conhecê-lo na redação do prestigioso diário carioca, na década de 60, quando lá estive como componente de Os Tincoãs.
Paulo Filho Foi Deputado Geral à Assembléia Constituinte de 1934, Procurador do Tribunal de Contas do então Estada da Guanabara.
ERNESTO SIMÕES DA SILVA FREITAS FILHO 
 Nasceu em 4 de outubro de 1886 e faleceu em 24 de novembro de 1957. Fundador de A Tarde, foi eleito Deputado Federal e foi Ministro da Educação de Vargas. Deve-se a ele a construção do Ginásio da Cachoeira, atual Colégio Estadual da Cachoeira.
AUGUSTO PÚBLIO PEREIRA
Filho de Ricardo Vieira Pereira e dona Georgeta Mota Pereira, nasceu em 21 de janeiro de 1907 e faleceu em 26 de novembro de 1960.
Formado em medicina, foi Deputado Constituinte de 1947a 1951, sendo reeleito até 1955 quando renunciou o mandato para assumir o governo do Estado.
Elegeu-se, depois, Deputado Federal de 1955 a 1969 quando tentou nova reeleição e ficou na suplência, quando veio a falecer. 
CARLOS ANÍBAL BRANDÃO CORREIA
Filho de Antônio Joaquim Correia e dona Maria Inês Brandão Correia, nasceu em 2 de junho de 1922 e faleceu em 24 de setembro de 2010.
Advogado, foi eleito Deputado Constituinte de 1947 a 1951, reeleito para os mandatos de 1951 a 1959, porém, em agosto de 1955, renunciou ao mandato. Três anos depois, seu irmão mais velho, Edwaldo Brandão, era eleito Deputado Estadual.
EDWALDO BRANDÃO CORREIA
Nascido em 16 de setembro de 1914, veio a falecer em 5 de abril de 1948.
Formado em odontologia, começou a sua carreira política como Vereador Municipal na cidade de São Gonçalo dos Campos de 1950 a 1954.
Provedor da Santa Casa de Misericórdia da Cachoeira, elegeu-se Deputado Estadual em 1958, sendo reeleito em 1966. No ano de 1974, durante o governo Roberto Santos, foi vice-governador do Estado.
LÍDICE DA MATA E SOUZA
Filha de Aurélio Pereiera de Souza e dona Margarida da Mata e Souza, nasceu na Cachoeira em 12 de março de 1956. Vereadora da capital do estado eleita em 1982), foi eleitaConstituinte em 1986 sendo, logo depois, a primeira mulher a ser eleita prefeita da cidade do Salvador, foi eleita Deputada Federal e é atual Senadora da República. 

De cima para baixo,da esquerda para a direita: Manoel Vieiera Tosta (Marquês de Miritiba) - Prisco Paraíso - Ubaldino de Assis - Simões Filho - Alberto Rabelo - Paulo Filho - Carlos Aníbel- Augusto Públio - Edwaldo Brandão e Lídice da Mata.
A extensa lista acima apenas dos nascidos na cidade da Cachoeira, poderiam figurar dois nomes de suma importância e liderança política que de fato tiveram: João Mendes da Costa Filho e Raimundo
Rocha Pires - Pirinho - 
JOÃO MENDES DA COSTA FILHO
Nasceu na cidade de Feira de Santana em 3 de setembro de 1903 e faleceu em 25 de março de 1968.
Advogado com escritório na Cachoeira, foi Deputado Constituinte 1945/37, Deputado Federal 1946/51, reeleito em 1959/1967 
RAIMUNDO ROCHA PIRES - PIRINHO - 
Filho de Artur Rocha Pires e dona Helena Burgos Pires, dizem ter nascido na Cachoeira em 16 de fevereiro de 1931 mas o seu pai o registrou como nascido na vizinha cidade de São Félix  onde ele, Pirinho, (Foto) iniciou a sua carreira política como prefeito de 1958 a 1962.
Formado em Odontologia, ministrou aulas no então Ginásio da Cachoeira sendo,então, suplente de Deputado em 1963/67.
Ampliando a sua base eleitoral, foi finalmente eleito Deputado Estadual de 1967 a 1971 quando assumiu a presidência do Esporte Clube Vitória de 1970 a 1980, sendo reeleito Deputado Estadual de 1971 a 1983.  
  
  

   
 
 

 
 



 
  

4 comentários:

  1. Ilustre amigo - Jornalista, historiador, professor e Advogado Erivaldo Brito. Congratulacoes por seu fantastico informativo com seu notavel e importante factual, trazendo ao nosso conhecimento as informacoes de epocas passadas e atuais, sumamente precisa para preservar a rica e inquestionavel riqueza da historicidade que fazem da nossa Cidade a Heroica e Monumento Nacional. Voce tem sido um instrumento de capacidade ilibada detentor do amior acervo dos fatos ocorridos no passado e no presente dos seguimentos da nossa comunidade. Receba o nosso fraternal abracoa e admiracao por sua amizade e talentos na arte de ecrever e noticiar com clareza, sapiencia e presteza de modo tao aprazivel.

    ResponderExcluir
  2. Representatividade Politica da Cachoeira - Um artigo e marco historico muito oportuno, tendo em vista a carencia de representatividade, considerando que Raimundo Rocha Pires (in memoria) foi o ultimo parlamentar que representou a nossa Cidade na Assembleia Legislativa, na atualidade estamos sem representacao desde que o ilustre lider e amigo nos deixou. Lamentavel que Cachoeira, Heroica, histprorica e Monumento Nacional com seu valor inestimavel, nao tem um represente nas Camaras Estadual e Federal. Parabens por seu fantastico relato sobre o assunto narrando com precisao os ex representantes da nossa amada Cachoeira.

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde,
    Meu nome é Marta Pacheco de Oliveira neta do político João Pacheco de Oliveira e estou tentando fazer a minha árvore genealógica e gostaria de contar com a ajuda de vocês.... como posso me informar aonde e quando nasceram os meus bisavós.... João Pacheco de Oliveira e Joana Carolina Vieira de Oliveira.... grata e ansiosa por uma resposta.
    tiamartabr@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde,
    Meu nome é Marta Pacheco de Oliveira neta do político João Pacheco de Oliveira e estou tentando fazer a minha árvore genealógica e gostaria de contar com a ajuda de vocês.... como posso me informar aonde e quando nasceram os meus bisavós.... João Pacheco de Oliveira e Joana Carolina Vieira de Oliveira.... grata e ansiosa por uma resposta.
    tiamartabr@gmail.com

    ResponderExcluir