sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

 
ACONTECEU
Vocês estão ligados naquele policial que parece um japonês? Por isso é que ele é apelidado de "Japa", mas o nome dele é Newton Ishil. O cara aparece em todas as fotos prendendo figurões, a ponto de surgir uma piada aqui no Rio:
 Se um japonês tocar a companhia da sua casa às 6h. da manhã, não abra!
 Pois bem, nas gravações que levaram o senador Delcídio em cana, o nome do "Japa" é citado como sendo o autor do vazamento da delação premiada do ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró.
O agente da Polícia Federal será ouvido em inquérito que foi aberto para as investigações 

Onze Executivos e o próprio presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Azevedo acertaram acordos de leniência. A empreiteira pagará R$ 1 bilhão por desvios investigados na Lava-Jato. Tá barato, pois está incluído o pagamento de propina em obras de estádios da Copa do Mundo.

Faz menos de vinte dias que aconteceu, por falta de fiscalização na mineradora Samarco e os órgãos competentes em todos os níveis e o Senado estão pensando em flexibilizar a chamada licença ambiental. O objetivo é "facilitar grandes obras".
 O desastre de Mariana deixou meio milhão de pessoas sem água potável, vinte mil piscinas de lama e rejeitos metálicos,e,13 mortos. Tudo isso não serviu de exemplo não,gente?

O sanitarista e cientista brasileiro, Osvaldo Cruz, sofreu o diabo quando implantou o combate ao mosquito causador da febre amarela. Houve até quebra-quebra aqui no Rio, por causa da vacinação.
Há mais de quatro décadas, galera, a gente não consegue debelar o tal de Aedes aegypti , transmissor do vírus da dengue, sendo registrados um milhao e quinhentos novos casos, no país, segundo dados mais recentes.
Esse maldito mosquito, transmite também o chinkungunya e a zica.
O ministério da Saúde informa que, há relação entre o surto de microcefalia com os mosquitos. Se não houver uma colaboração da população o bicho vai pegar!


Aconteceu na terça-feira, dia 2, o Dia do Samba, cujas raízes, cuja gênesis aconteceu na Bahia. Axé!
Considerado como um dos símbolos nacionais, o samba percorreu um longo caminho, um período de perseguição policial pois "era coisa de vagabundo".
Segundo historiadores da música, o ritmo e a dança foram desenvolvidos aqui no Rio na casa de uma senhora baiana chamada carinhosamente de "tia" Ciata., casa que era frequentada pelo compositor Donga, autor do primeiro samba gravado chamado de "Pelo Telefone".
Paradoxalmente, no Dia do Samba, uma das maiores expressões da atualidade, Zeca Pagodinho, foi condenado a três anos de detenção por suspeita de  fraude licitatório do seu empresário, no show da 15[ Expoagro de Brasília.
O músico, compositor e cantor teve a pena convertida em prestação de serviço comunitário e pagamento de multa. 

O presidente da CBF, Del Nero, acusado pela Justiça americana, mete o pé, pediu licença do cargo. O cartola é acusado de receber propina em contratos ligados a Copa do Brasil e Conmebol.A justiça dos EUA também denunciou o ex-presidente Ricardo Teixeira pelas mesmas práticas. Teixeira recebeu cerca de 20 milhões de dólares de propina.
Os três brasileiros, Marin,  Del Nero e Teixeira  estão no olho do furação que levou o futebol ao nível de desmoralização mundial em que está.



Na terça-feira desta semana, o Conselho de Ética da Câmara começou a discutir (com direito à transmissão ao vivo e em cores), sobre a investigação do processo contra o presidente da Casa, Eduardo Lama. Desculpe-me, Eduardo Cunha.
Foi uma enrolação do cacete, quase seis horas de discussão, excesso de questionamentos, votos em separado tudo para decidir absolutamente nada! O julgamento foi adiado.
No dia seguinte, desiludido em contar com os votos de três integrantes da Comissão pertencentes ao PT, Cunha partiu para o revanche acolhendo o pedido de impeachment da presidente Dilma.
Em pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão, Dilma nada argumentou sobre as acusações a ele imputadas, limitou-se a dizer que não é desonesta, que não tinha conta na Suíça etc e tal.
No dia seguinte, o presidente da Câmara,em entrevista coletiva, disse que a presidente mentiu,  o ministro Jaques Wagner retrucou que a "presidenta" não mentiu, quem mentiu foi o Cunha. Enfim, salvo melhor juízo, ambos têm razão, a politicagem tomou conta da razão, com manipulação e distorção de fatos.
O Governo declaradamente está com pressa, defende a suspensão do recesso parlamentar, receia a reação do povo, enquanto o vice, Michel Temer, sem nada a temer, recebia líderes do PSDB e do DEM que falam em "um governo de união nacional".
Temer está de molho, ele lembra como foi que aconteceu com Itamar Franco quando do impeachment de Collor.

 


 
 

  
  

 



  
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário