sexta-feira, 6 de maio de 2016




Nas preciosas "Efemérides", Aristides Milton destacou que, em 1º de maio de 1884, era instalada na Cachoeira, a Abolicionista Cachoeirana, cujo objetivo era reunir adeptos da causa da libertação do elemento servil, da libertação dos escravos.
Também no dia 1º de maio (1938), a cidade prestava justas homenagens ao vigário da paróquia Augusto Cavalcante (foto), pela passagem das Bodas de Prata de sua ordenação sacerdotal.

No dia 2 de maio de 1933 chegava a sua terra natal, Cachoeira, na Bahia, vindo do Rio de Janeiro, o jornalista Manoel Paulo Filho (foto), candidato do antigo PSD à Assembleia Constituinte, sendo alvo de grande homenagem por parte de seus conterrâneos. Paulo Filho logrou ser eleito.
Nesta mesma data, no ano de 1936, o então prefeito Durval de  Miranda Motta (foto), recebia o o engenheiro Cirino, um dos  acionistas da fábrica de cimento que se pretendia instalar na Cachoeira, nos local onde havia funcionado a Charqueada Modelo. As notícias não foram boas. O preço pedido pelo doutor João Mendes, dona da propriedade eram exorbitantes e assim a cidade perdeu uma indústria importante.
Assumia o governo do estado da Bahia em 3 de maio de 1952 o cachoeirano doutor Augusto Publio Pereira(foto),em substituição ao titular Régis Pacheco que viajou para o Rio em gozo de licença médica. O doutor Públio era presidente da Câmara dos Deputados.
A partir do dia 4 de maio de 1901, os habitantes da Cachoeira puderam avistar ao poente, com toda a sua magnitude, o Cometa Halley.
No dia 5 de maio de 1955, no campo da Ubaldino de Assis, o Circo Nerino armava suas lonas para mais uma temporada na Cachoeira. 
No dia 7 de maio de 1960, era inaugurada a primeira empresa de ônibus ligando Cachoeira a Salvador. O nome da empresa era Rodoviária Vale do Paraguaçu - ROVAPA -
Era  sancionada a Lei Provincial nº 383 em 8 de maio de 1850 elevando a então Vila de Maragojipe aos foros de cidade.
Nossas congratulações aos irmãos maragojipanos.
No dia 8 de maio de 1938, a atuante Sociedade Caridade dos Operários liderava uma campanha objetivando erigir na cidade uma estátua de Tambor Soledade. Na reunião inicial apurou-se a importância de cinquenta mil rreis (padrão monetário da época) que foram depositados na conta nº 135 da Caixa Econômica Federal da cidade.
O projeto, infelizmente não foi adiante.

 


 

                                    
 

 
                                                                                              

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário