sábado, 18 de fevereiro de 2017


                                  
Nos tempos em que os profissionais do volante não eram chamados motoristas e, muito menos "motô", eram conhecidos pelo nome francês de chauffeur (na tradução popular, chofê), partiu da Cachoeira em 20 de fevereiro de 1928 um dos, - se não o primeiro -, automóvel automóvel da cidade, dirigido pelo senhor Pedro Silva, transportando a família do doutor Moisés Elpídio de Almeida para o sertão da Bahia.


Em 21 de fevereiro de 1874, era solenemente instalado o Monte Pio dos Artistas Cachoeiranos do que foi presidente  dentre outros, o ilustre cachoeirano, doutor Aristides Milton.  Depois da criação por parte do governo de órgãos previdenciários, tais instituições acabaram por exaurir as suas finalidades.

Falando, ainda, da aludida sociedade, no dia 22 de fevereiro de 1942, funcionava, ainda, plenamente, tanto que, inaugurava com direito a banda de música e tudo, uma biblioteca pública a que deram o nome de Getúlio Vargas. Quem teria ficado com os livros e quem passou a ser o proprietário ou usufrutuário do imóvel sede cuja foto publicamos abaixo?

Em 28 de fevereiro de 1978, no salão da Câmara de Vereadores da Cachoeira, era realizada uma reunião para assinatura da aquisição da propriedade rural de propriedade do senhor Clóvis Chastinet, no Capoeiruçu, para a instalação da Missão Adventista, IAENE. O autor destas notas, estava ocupando o cargo de secretário municipal e, modéstia à parte, tivemos um árduo trabalho para que tudo se realizasse a contento.

Nesta mesma data, no ano de 1879, o carnaval era festejado pela primeira vez na Cachoeira.

Você sabia que a Cachoeira já teve um produtor rural que cultivava com sucesso o plantio do cacau?  No dia 24 de fevereiro de 1935, durante a realização da Feira do Artesanato, em Salvador, a "Fazenda Guaíba" exibia frutos produzidos na referida propriedade.
Segundo os jornais de época, a Comissão Julgadora assinalava que, o cacau era "superior do que o do sul do estado".
                                                                                                

A agricultura na minha terra é insipiente há várias décadas, por falta de incentivo, financiamento e investidores. Lembram-se da Opalma? Funcionou durante anos com o dendê nativo, ou seja, ninguém havia plantado nada.


Finalmente, em 25 de fevereiro de 1961, iniciavam-se o calçamento de paralelepípedos rejuntados a cimento da antiga Rua dos Artistas, atual Getúlio Vargas, na primeira gestão do prefeito Julião Gomes dos Santos (foto).






               MINI-HULK 
Se você me perguntar o nome de batismo, eu informo que, nem na ocasião em que todos trabalhávamos na obra de Pedra do Cavalo eu sabia. Ele, como tantos outros, era mais conhecido pelo apelido.  Devido a semelhança e como ele era de baixa estatura, ganhou a alcunha de Mini-Hulk. Ele era natural de Governador Mangabeira.                                                                                                       

Prestativo, boa praça, Mini-Hulk  ia vivendo sua vidinha pacata até que, num piscar de olhos, ele passou a andar caladinho, ouvindo Waldick Soriano no seu radinho de pilhas. É...o Mini-Hulk estava amando uma garota. Quem seria? Ele mesmo segurou o quanto pode até que  se abriu para alguém. Quando eu soube, ao contrário da sua conterrânea, Glória, que trabalhava na cozinha, e aproveitou o ensejo para "empurrar" pra ele produtos da Avon, argumentando que a moça "iria adorar", eu   fui franco dizendo que a moça era recepcionista do banco, que ela, por força da sua função, tratava a TODOS com o mesmo sorriso, com a mesma presteza, com a mesma naturalidade Mas ele, flechado pelo Cupido, 
disse pra mim que com ele era diferente. Não era não. Ela apenas queria ser simpática, mesmo porque ele sempre que ia receber a grana levava um perfume, um desodorante, um sabonete. Da Avon, 
claro, pelos motivos já explicados.
Certa manhã ao chegar no canteiro recebi um recado: "Luci quer lhe ver!"  Luci era a secretária da gerência. Pensei que era alguma matéria para inserir no "Desenvale Notícias", mensário que eu dirigia. Em lá chegando, rodeando a mesa de Luci, uma galera risonha. Luci me abordou: "Brito, você que tem boas ideias...estamos fazendo uma carta como sendo a moça do banco e vamos colocar no correio para o Mini-Hulk. Não me fiz de rogado. Fiz algumas frases que na certa ele iria vibrar de contentamento, inclusive dizendo que havia tomado aquela iniciativa porque o achava um tanto tímido.
Dois dias depois, Mini-Hulk apareceu no canteiro esbanjando felicidade. Já não era o radinho que cantava Waldick, era o próprio Mini-Hulk cantando canções de Roberto. Todo mundo estava rindo dele. Naquela noite eu não dormi direito, estava com pena dele, da zombaria que todos estavam fazendo. Fazer o quê?  Eu sou assim.
Na manhã seguinte eu o chamei na minha sala: "Mini, eu quero falar com você. É sobre uma carta que você recebeu"  Ele sorriu. Bateu no bolso onde deveria estar a carta.  Contei pra ele a origem da missiva, que era uma brincadeira, uma pegadinha com ele. Mas ele não queria acreditar. Então eu falei: "Olha, Hulk, não precisa você tirar a carta do bolso, eu vou dizer alguns trechos" Não cheguei a citar vários trechos e ele desabou a chorar. "Meu Deus" - pensei - "era melhor deixá-lo iludido?"  Não sei. Não sei até hoje. Só sei que eu também comecei a chorar junto com ele. Aprendi uma grande lição, que com o sentimento das pessoas, nenhuma piada tem graça.



           Diário íntimo e memórias de Sabino de Campos - 4
 
           
     A Campanha Civilista de 1910                                                                                                                     A campanha presidencial do ano de 1910, da qual eram candidatos o marechal Hermes da Fonseca e o renomado advogado Ruy Barbosa é relembrada pelo poeta Sabino de Campos. Ele, músico da Minerva, foi testemunha ocular de uma excursão com líderes políticos cachoeiranos até a cidade de Castro Alves (foto).

 Em lá chegando, calorosa recepção, foguetório, aplausos, lauto almoço porém, não mais do que de repente e couro comeu!
Com a palavra, Sabino de Campos:
Em certa campanha política orientada pelo Dr. José Joaquim Seabra, (foto 1), em favor da candidatura presidencial do Marechal Hermes da Fonseca (foto 2), contra a do Conselheiro Ruy Barbosa (foto 3),a filarmônica Minerva Cachoeirana fora contratada para abrilhantar uma excursão à cidade de Castro Alves, antiga Curralinho.
FOTO 1
FOTO 2
                                                       
FOTO 3
         


 Pela manhã , a caravana política, seguida da Minerva, sob a batuta do regente Francisco Cardoso Fróis, (foto de um clichê de jornal), ocupou, na cidade de São Félix, uma composição da Estrada de Ferro Leste Brasileiro -  Est.Bresilien.
O trem partiu entre manifestações de regozijo, aos sons da banda de  música.  


    Quando chegou a Castro Alves, notava-se inusitado movimento na cidade. Havia ali duas correntes políticas, a oposicionista sob a orientação do chefe Artur Moreira e d da situação, encabeçada pelo médico e político Rafael Jambeiro, condottiere de grande popularidade.
Na residência luxuosa  de Artur Moreira tivemos estrondosa recepção, com girândolas de foguetes que espocavam no ar, discursos inflamados, em ambiente rumoroso, e, por fim, um grande banquete.
A tarde, entre aclamações, a caravana desfilou, regressando o comboio que a esperava na estação ferroviária.
Na praça principal, transformou-se, violentamente, o cenário! Vinha a Minerva executando o trio do dobrado "Toureiro", eis que  se ouviu profuso tiroteio de armas de fogo contra o Seabra e os visitantes.
O Seabra escapou entre um oficial da Marinha e uma senhora.
A debandada foi geral.
Ainda assim, um músico , Bertoldo Fernandes Serra, moço de coragem reconhecida, saiu da banda e escorou numa parede, em frente, um dos pistoleiros, amassando-lhe na cabeça a campanha da trompa niquelada.
Contudo a banda foi poupada. Seu regente estava na terra natal. Mas dois componentes políticos foram atingidos : o José Tomé recebeu um balaço na clavícula direita, que lhe inutilizou o braço para sempre, e o João Fraga um tiro, de revés, que quase lhe levou o apêndice nasal, o o deixou fanhoso para o resto da vida.


No meio do tumulto, meu irmão estudante Astério de Campos, o doutor Paulo Filho (foto), e o grande (no tamanho) jornalista Epifânio Conceição, proprietário do "Pequeno Jornal", desviando-se da paisagem urbana, tiveram de pular uma cerca de arame farpado, perto da estação, para chegarem ao comboio.


O trem apitava, nervosamente, chamando os últimos passageiros.

Finalmente, partiu, arquejando na solidão, conduzindo tristeza e sangue.
_________________________________

NOTAS: 
Dos personagens políticos citados por Sabino de Campos nós complementamos:
JJ Seabra (1855 - 1942) Governou a Bahia em dois períodos: 1912 a 1910 e 1920 a 1924. O seu primeiro governo ficou marcado com o bombardeio a Salvador no ano de 1912.
Rafael Jambeiro - Médico humanitário de enorme prestígio na região. Tem o seu nome vinculado ao município desmembrado da cidade de Castro Alves mediante lei estadual número 4.447 de 9 de maio de 1985. É a cidade de Rafael Jambeiro.
O jornalista e escritor cachoeirano Manoel Paulo Telles de Matos Filho (1890 - 1964) foi deputado federal em 1934, dirigiu durante anos o diário carioca de maior prestígio à época, "Correio da Manhã" 
Na sua terra natal colaborou com os jornais da época, e como escritor, escolheu o pseudônimo de João Paraguaçu, uma alusão ao rio que banha a sua terra natal.



Na segunda-feira, dia 13, aconteceu o Dia Internacional da Epilepsia. A Organização Mundial da Saúde divulgou um relatório mostrando que, em todo o planeta, existem cerca de 50 milhões de pessoas que sofrem da doença. Epilepsia é uma doença neurológica que atinge homens e mulheres e crianças que, embora não seja contagiosa, sofrem com o estigma e a discriminação.
Eu trabalhava na Elevatória,quando o motorista (não recordo o nome) foi levar as quentinhas do restaurante de Nair para o almoço. De repente, para surpresa geral, ele caiu no chão num movimento de convulsão involuntária e babando muito. Era um ataque epiléptico. Em seu socorro saiu o colega Agnaldo "Capoeiruçu". 
Passam os dias. Agnaldo "Capoeiruçu" esteve na minha sala fazendo queixas do motorista que ele havia socorrido:
- Filho da mãe ingrato, seu Brito, me negou uma carona...
- Ele pode não ter lhe visto...
- Da próxima, vou deixar ele se pocar no inferno!
Fui colocar o assunto em pratos limpos. O motorista esclareceu: 
- Ora, seu Brito, Agnaldo comentou o fato em todo lugar onde ele andou, dizendo que era um perigo andar numa kombi com um motorista que dá ataque de epilepsia ! 


FOTO DO BLOG DO ZECA

Um estudo do Banco Mundial aponta que o número de pessoas vivendo na pobreza em nosso país terá um aumento da ordem de 3,6 milhões até o fim deste ano. É o que a instituição denomina de "novos pobres", porque estão a cima da linha de pobreza. Ainda tem que defenda os ladrões da Lava-Jato.


Na Austrália, uma especialista teve de usar de toda experiência e técnica em massagem a fim de retirar uma bola de tênis que uma píton havia engolido. Os técnicos queriam realizar uma cirurgia mas a especialista fez a opção da massagem e deu certo!



Em Caraguatatuba, São Paulo, um homem que voava de parapente acabou ficando enrolado na rede elétrica. Depois de socorrido ele disse que a intenção era pousar na praia que fica a cerca de 500 metros à frente.




O presidente Michel Temer disse que o seu governo "não quer blindar ninguém". Disse ainda que, ministros que forem denunciados à Justiça pelo Ministério Público serão afastados do cargo. 
A gente lembra que cinco ministros são citados em delações da Lava-Jato.


O policial Renault Ferreira Feitosa, cuja selfie ostentando dinheiro foi postada no Facebook, foi morto a tiros no domingo passado, em São Cristóvão, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Segundo testemunhas ele participava de uma festa  na comunidade Barreira do Vasco e tinha discutido com um desconhecido. Renault foi preso em 2012 acusado de ter furtado um carro e foi internado por três anos em hospital psiquiátrico. 

Jane Parks é uma jovem americana de 21 aninhos (foto) e que ganhou recentemente um milhão de libras, o equivalente a R$ 4 milhões na tradicional loteria Euromillione. Com essa grana toda, ela adquiriu propriedades, comprou um Land Rover, relógios Rolex, sapatos Christian Louboutin. pôs silicone nos seios,comprou um cão da raça chihuahua... E, se diz infeliz, "por causa da sua imaturidade, teve problemas para lidar com a nova realidade de milionária". Se o problema é esse, manda uma coisinha pro velho aqui!

 

O governo do Espírito Santo promete jogar duro com os 115 policiais que estiveram envolvidos nas catastróficas paralisações.  Vão responder processos administrativos e outros serão demitidos sumariamente. 



A crise de segurança pública no Espírito Santo atingiu até a igreja da cidade de Vila Velha, quando dois homens fingindo ser fiéis, roubo dinheiro do Convento da Penha,amarraram e agrediram o frei Pedro Engel, um velhinho de 80 anos!


A bandidagem não está respeitando lugares sagrados para muitos. A matriz de Mesquita, na Baixada Fluminense, teve destruído o sacrário e muitos objetos sacros levados pelos criminosos. Aliás, a paróquia de Nossa Senhora foi alvo dos criminosos pela terceira vez em dois anos. Pode pedir música? 
                                                                     





As Policlínicas Regionais de Niterói-RJ, está desenvolvendo o projeto em que oferece atividades físicas e culturais a fim de incentivar ao idoso deixar de lado o sedentarismo. Muito interessante. Digno de ser copiado.

Câmeras de segurança de uma loja em Bristol, na Inglaterra, flagraram um sujeito entrando sorrateiramente para roubar...revistas infantis!  Flagrado por um funcionário, o ladrão se mandou sem levar a revista.


Esse caso inusitado fez-me lembrar de um boato que circulava na minha cidade, Cachoeira, na Bahia, que o proprietário de determinado estabelecimento, quando flagrava alguém furtando produtos de pequeno porte, fácil de esconder, obrigava o suplicante a fazer trabalho de faxina na loja. 


Wendy Epperly-Miller (foto) uma mulher determinada, conseguiu perder 81 kg. Beleza, dirão os e as gordinhas! Mas, galera, surgiu um grande problema: ela terá de fazer cinco cirurgias para retirar o excesso de pele e necessita de 30 mil dólares a fim de realizar o seu intento, e, lançou uma campanha através das redes sociais. 


A baianinha Illy Gouveia (foto)  é a mais nova promessa da MPB, intérprete de "Só Eu e Você", de autoria de Chico César, trilha sonora do personagem de Cláudia Ohana na novela "Sol Nascente" da Globo.
Illy reside atualmente aqui no Rio, e é apresentada pela crítica como a revelação do ano.



Na tarde de terça-feira, dia 14, em Jaguaripe, na Bahia, durante a realização da procissão de Nossa Senhora dos Navegantes, a construção de um pier desabou devido a concentração de um número grande de pessoas. Felizmente ninguém ficou gravemente ferido.


A crise financeira em que está metido o Rio de Janeiro terá um rombo no caixa aumentado em cerca de R$314 milhões. O governador Pezão diz já ter votos suficientes na Alerj a fim de elevar a contribuição previdenciária dos servidores. Eles roubam, administram mal e a conta quem paga é sempre o servidor, a população de um modo geral.


O decano do STF, ministro Celso de Mello (foto) autorizou Moreira Franco reassumir o cargo de ministro da Secretaria-Geral da Presidência. Assim, galera, Moreira Franco, que foi citado por delatores da Lava-Jato, ganha foro privilegiado. Aí, galera,o objetivo dos políticos, sobretudo os que estão supostamente com o rabo preso na Lava-Jato passou a ser o foro privilegiado. O senador Jucá (foto) quis blindar os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (genro de Moreira) e do Senado, Eunício Oliveira, propondo uma PEC (Projeto de Emenda constitucional) dando-lhes a prerrogativa de não serem investigados por fatos anteriores aos mandatos.
A reação da imprensa e da opinião pública foi imediata. Jucá teve de recuar                                                              Eu estou de acordo com o ministro do STF, Luís Roberto Barroso (foto)  no que tange ao foro privilegiado. Ele defendeu uma interpretação mais restritiva, que o foro deve ser aplicado quando cometerem crimes durante o mandato no cargo específico ocupado.                                                                                       

Na primeira manhã do patrulhamento  da Forças Armadas no Rio, um assaltante foi morto na Avenida Brasil, em frente ao prédio do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia, na Zona Portuária. Após o fuzileiro ter percebido um assalto a dois motociclistas,, deu  ordem para parar, os bandidos então resolveram reagir com tiros e um foi atingido mortalmente.



O protesto de familiares de policiais na porta de batalhões aqui no Rio, acabou com o major PM ter sido autuado por ter aplicado um "mata-leão" em uma das senhoras que não queria obedecer a sua ordem.Duas tenentes foram presas pelo comando por se negarem a algemar as manifestantes. 
A chapa esquentou e a manifestação acabou!


  A câmara de segurança de um ônibus de Niterói-RJ, registrou a imagem de uma criança, acompanhada de um adulto assaltando os passageiros. Alguns minutos depois, no mesmo ponto, não satisfeita, a mesma dupla assaltava outro ônibus e ainda rouba uma idosa.  
                                                                         
Maurílio Dias de Oliveira, cabo PM, estava a bordo de um carro roubado quando foi parado numa blitz da Lei Seca, na Avenida Vereador Marinho Hemetério de Oliveira, na Baixada Fluminense. Dentro do veículo foram encontrados oito tabletes pequenos de maconha, 110 munições de fuzil calibre 5,56 e dois celulares.



Acusado de improbidade administrativa quando era prefeito da cidade de Piraí, no Sul Fluminense, o governador Pezão teve os seus bens indisponíveis até que a Justiça julgue o caso.



Está dando panos pra manga a decisão do promotor Rodrigo Terra que entrou no Juizado do Torcedor e grandes Eventos para que os clássicos do futebol carioca sejam realizados com torcida única a fim de evitar brigas. Se tal medida for levada à frente, galera, a porrada vai comer solta entre os torcedores do mesmo time. Quem viver, verá.




A bandidagem não está respeitando mais nada. Seis bandidos invadiram uma residência onde estava acontecendo um velório, em Natal, no rio grande do Norte, mantendo a família refém enquanto realizavam o assalto.





Nos Estados Unidos, uma espanhola de 64 anos, depois de submeter-se a uma fertilização artificial, deu a luz a uma menina e um menino, através de cesariana.


Na Austrália, um lanterninha do cinema encontrou um pepino que alguém deixou na cadeira, suspeitando-se de que fora usado por alguém, durante a exibição do filme Cinquenta Tons Mais Escuros, um longa metragem que conta as aventuras sexuais de um bem sucedido empresário. 
O filme já está em cartaz no Brasil.Se alguém quiser levar algum legume para usar no escurinho do cinema, não vá esquecer pra trás.



O presidente da Câmara, rodrigo Maia (foto), questiona enquanto aguarda a decisão do STF: "Como faço agora? Devolvo aos autores? "  Enquanto aguarda, o projeto contra a corrupção vai ficar parado.


A Polícia Federal está investigando propina de R$ 150 milhões das obras de Belo Monte (foto) pagos ao PMDB e ao PT. Estão sendo investigados Márcio Lobão, filho do Senador Edison Lobão, e o ex-senador Luiz Otávio.

  Bombando nas redes a coragem do empresário baiano que arriscou a sua vida para testar e  provar a segurança das redes de sua fabricação. 
           
                                                                        
Bandidos mascarados e fortemente armados assaltam caixas e clientes de um supermercado na Alameda São Boaventura, no Fonseca, Zona Norte de Niterói.



Alegando compromissos assumidos pelo seu escritório de advocacia, o ex-ministro do STF, João Paulo dos Reis Velloso recusou o convite do presidente temer para assumir o Ministério da Justiça.
Reis Velloso, na década de 70, foi ministro do presidente Emílio Garrastazu Médici e foi o responsável direto pelo decreto número 68.045 de 13 de janeiro de 1971, que deu à Cachoeira o título de Monumento Nacional.




A decisão do STF que julgou que os presos encarcerados em más condições pelo Estado podem pedir indenização vem causando uma enorme polêmica. Judicializar tudo no país, como está acontecendo, não vai resolver nada. Indenizar presos...E as pessoas que são assaltadas, estupradas, famílias inteiras que perdem suas famílias não mãos de bandidos impiedosos? 
Pra mim, preso reincidente deveria cumprir pena em colônias penais, produzir o alimento que vai consumir. Nada de tornozeleira eletrônica. Corrente com bola de ferro 
E um grande exemplo nos vem da China. Liu Zhijun,(foto) ex-ministro de Ferrovias, foi condenado por ter recebido propina de milhões de Yuanes, cerca de US$10 milhões uma merreca em se considerando o que está sendo imputada ao  ex-governador do Rio, Sérgio Cabral.
Como ele devolveu tudo e confessou o crime, ficará em prisão perpétua. A pena seria de morte, se ele não confessasse.
Um ótimo final de semana, galera !


                                                                              



                                                                            












                                                                                                     









                                                        
                                                                                          

                                                                              






                                                                                                                                                                                                                 
                                                                                                       
                                                                                                    



                                                                                         

                                                                

Nenhum comentário:

Postar um comentário